Grupo de escoteiros promove atividades no município desde 1917


Escoteiros brincam, fazem amigos e aprendem conceitos importantes de respeito ao próximo e de trabalho em equipe. O escotismo existe em diversos países e foi criado na Inglaterra há mais de 100 anos. E, ao contrário do que muita gente pensa, os participantes desse movimento faz muito mais do que acampar e vender biscoitos.

O Grupo de Escoteiros Chão Preto iniciou suas atividades em fevereiro de 2014 em Barretos. No entanto, o início do escotismo no município foi em 24 de setembro de 1917, liderado pelo professor Salvador Gogliano Júnior, então Diretor do único Grupo Escolar. Além das atividades filantrópicas, desenvolve com crianças e jovens a liderança, o trabalho em grupo e a lealdade. Segundo Wolinsk Maruco, um dos coordenadores, a proposta é educacional. “Nosso objetivo é entregar alguém melhor para a sociedade, estimulando a cultura de paz e o respeito”. destacou.

Os escoteiros se preocupam com o meio-ambiente e quando vão para as matas, deixam o lugar melhor do que encontrou. De acordo com Carlos Roberto Vicentini, os escoteiros querem um planeta sem problemas na camada de ozônio, sem assoreamento dos rios e enchentes. “Essa é uma das nossas metas, trabalhar pelo meio-ambiente faz parte da nossa essência”, destacou.

As atividades acontecem provisoriamente no Tiro de Guerra até a conclusão da reforma do Recinto Paulo de Lima Correa.

Como se tornar escoteiro?

Crianças a partir dos seis anos e jovens podem ingressar nos escoteiros. Para isso, basta o pai ou responsável dirigir-se até a sede do grupo de escoteiros que fica no subsolo da antiga sede de Os Independentes, na Praça Francisco Barreto, nº 116. Mais informações (17) 98124-5513

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

    Gostou da leitura? Então compartilhe

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com