Advogado afirma que fim da contribuição sindical diminui representatividade

August 3, 2018

Mais de seis meses após entrar em vigor, a reforma trabalhista já provocou impactos na área corporativa e jurídica. Uma diminuição no número de ações foi detectada nos tribunais e a regularização de atividades antes não citadas na legislação, como o home office, vem sendo adotada pelas empresas. 
O advogado Noel Santos ressaltou, nesta semana, o papel dos sindicatos dentro da nova lei como mudança que merece atenção. Uma das alterações da reforma acabou com a obrigatoriedade do pagamento da contribuição sindical, mas as organizações que representam os profissionais ainda possuem grande relevância nas negociações. “O fim da contribuição sindical vai diminuir a representação dos trabalhadores e a fiscalização e cobrança ficará minada”, destacou. 
Para ele, a alteração legislativa é controversa e inconstitucional porque não foi instituída por lei ordinária. “A contribuição sindical é a reserva de um dia de trabalho e é uma importante fonte de renda. O sindicato atende o interesse da categoria como aumentos de salários e condições de trabalho”, frisou Santos. 
Por outro lado, segundo o advogado, o fim da obrigatoriedade demonstrará que os sindicatos que atendem as prerrogativas do trabalhador, precisarão mostrar a que vieram. No entanto, antes de determinar o fim da contribuição é necessário fazer a reforma sindical, explicou. 
Autorização
O Ministério do Trabalho confirmou, por meio de um despacho publicado no Diário Oficial da União, que o desconto da contribuição sindical depende da autorização prévia de cada trabalhador.
Para o advogado, a autorização é confusa, pois sendo uma tributação parafiscal, e pelo fato de estar empregado, já está autorizado o desconto”, finalizou. (Fonte: SEVEN PRESS)

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

    Gostou da leitura? Então compartilhe

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com