João Mulata solicita e prefeito cria o Banco Municipal de Materiais de Construção


O Banco de Material de Construção de Barretos, criado mediante projeto de Lei aprovado pela Câmara, é uma solicitação do vereador João Roberto dos Santos, João Mulata, ao prefeito Guilherme Ávila. “O Banco de Material de Construção, certamente, proporcionará melhores condições de vida às pessoas. Como vereador eu não poderia ser o autor direto do projeto, por impedimento da lei, por isso, solicitei ao prefeito o envio do projeto, ele nos atendeu e agora passa a valer no município”, explicou João Mulata. O Banco de Material de Construção terá como principal escopo o recebimento de doações de sobras de material de construção, que serão recebidos, organizados e distribuídos à população de baixa renda, “dando condições para que muitas famílias possam realizar trabalhos de reforma e construção em suas residências, trazendo maior dignidade à vida daqueles que estão em situação de vulnerabilidade social”, ressaltou o vereador. Desta forma, o município, em conjunto com a sociedade civil, poderá contribuir com a diminuição das desigualdades, tão flagrantes em nosso meio, frisou João Mulata. As sobras de materiais, como telhas, portas, tintas, vasos, peças ou pontas de pisos e azulejos, pias, materiais elétricos e hidráulicos, canos, britas, areia, cal, cimento, reboco, entre outros, poderão ser utilizados como matéria prima do Banco de Material de Construção, que possuirá uma estrutura de armazenamento e logística para receber doações, classificá-las e distribuí-las a população carente. Para ser beneficiário do projeto, o cidadão deverá ter renda familiar de até 2 salários mínimos e realizar um cadastro junto ao coordenadores do projeto. “Sabemos que a maioria das sobras de obras e construções, ainda em condições de uso, acaba por se perder abandonada nas calçadas e terrenos baldios. Com a execução do projeto, esses materiais podem ser aproveitados em pequenas reformas, ampliações e construções, até mesmo em virtude de emergência ou calamidade, como incêndios, desabamentos e afins”, concluiu João Mulata.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black