Diretor do Instituto de Previdência entrega relatório final da comissão de sindicância na Câmara


Na última quarta-feira (19), o diretor presidente do IPMB (Instituto de Previdência do Município de Barretos), Nilton Vieira, entregou formalmente ao presidente da Câmara, João Mulata (PSDB), cópias do processo administrativo e relatório final da Comissão de Sindicância, que apurou o desvio de R$ 2,3 milhões dos cofres da autarquia. A entrega dos documentos teve como objetivo dar transparência aos vereadores de toda a investigação realizada e colaborar, de forma antecipada, com o futuro trabalho da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) aprovada na Câmara para apurar os mesmos fatos. Toda a documentação também já havia sido encaminhada ao Ministério Público e Polícia Civil. SERVIDOR DEMITIDO A Comissão de Sindicância instaurada no instituto, para apurar o desvio de R$ 2.317.110,05 dos cofres da autarquia emitiu relatório final no dia 16 de junho. A investigação, “baseada em provas robustas”, resultou na demissão do Assistente de Recursos Humanos, Nilton Moreira da Silva, acusado de alterar dados no sistema de pagamento de pensionistas e transferir valores para a própria conta bancária e da filha. A fraude teria começado em dezembro de 2014 e só foi descoberta em novembro de 2018, quando o acusado se afastou da função por motivo de doença. De acordo com relatório final, o servidor teve direito a se defender em três oitivas, mas não compareceu a nenhuma delas. Em defesa por escrito, as informações prestadas não foram suficientes para contrapor as provas. A Assessoria Jurídica do IPMB deverá solicitar a indisponibilidade de bens do acusado e o ressarcimento aos cofres públicos.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

    Gostou da leitura? Então compartilhe

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com