Sindicato luta contra exposição de bancários e clientes nas agências durante pandemia


“O comando nacional dos bancários, depois de vários dias de negociação, conseguiu a não suspensão dos salários, ou seja, todos receberão normalmente seus vencimentos”. A afirmação foi feita nesta quinta (26), pelo presidente do Sindicato dos Bancários de Barretos e região, Alencar Theodoro de Souza Filho. Segundo ele, mais de 200 mil bancários estão em casa. Eles são avaliados por um comitê de cada banco, baseado em informações de casos confirmados e situação de riscos de cada município. O Banco do Brasil e a Caixa estão fechados, atendendo somente casos de emergência e situações de extrema necessidade, segundo Alencar. “No caso dos outros bancos, como Itaú, Santander, Bradesco e Mercantil do Brasil, estamos em cima o tempo todo para que adotem o mesmo esquema de atendimento, ou seja agências lacradas com atendimentos de emergência”, apontou. Alencar Theodoro anunciou que a categoria já conseguiu a antecipação do décimo terceiro salário para todos os bancários, como forma de garantir renda e ajuda aos familiares. Os bancos também prometeram intensificar as campanhas de comunicação, inclusive na TV. Foi atendida, também, a redução dos horários de atendimentos, o qual vem praticado. “Apesar das intransigências dos bancos, o sindicato não irá sossegar enquanto houver agências abertas, devido à enorme exposição de bancários e clientes, frente ao contágio pelo coronavírus”, concluiu Alencar.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black