Entidades mantêm contato com idosos assistidos, por telefone


Os idosos formam o grupo que corre mais risco de desenvolver complicações do novo Coronavírus, que podem levar à morte. A orientação tem sido que eles fiquem isolados. Diante da situação, famílias se vêem divididas entre a saudade e a necessidade de preservar a vida de pais e avós. Também não sabem como ajudá-los, tendo em vista que não podem manter contato. A situação pode levar os idosos a doenças psicológicas como depressão. Para superar a angústia do isolamento, entidades que assistem pessoas acima de 60 anos tem promovido contatos através do telefone. A ABAVIN (Associação Barretense Vida Nova), que pertence ao eixo da educação, permanece fechada. A professora Maria Augusta Vilarinho relatou que os idosos sentem muita falta das atividades e das refeições. “Para eles, é uma tristeza muito grande não poder sair de casa”, afirmou. Vilarinho explicou que psicólogos e pedagogos têm mantido contatos, por telefone, com os assistidos, para dar suporte através de um bate-papo, inclusive com os familiares. Em 20 de março, decreto municipal suspendeu as atividades das entidades para preservar a saúde. O Instituto Rosentino Bispo, que tem trabalhos voltados para a saúde, também, faz contatos telefônicos como forma de orientar e prevenir doenças. Em 13 de maio, a entidade reabriu as portas com o aval de novo decreto municipal, segundo a coordenadora Pâmella Camargo. “Estamos seguindo as orientações como distanciamento social e atendimentos com horário marcado com intervalos para evitar aglomerações de pessoas”. Já a Vila dos Pobres, que atende 60 idosos, suspendeu a visitação de familiares, amigos e voluntários, proibindo, também, a saída dos assistidos e não registrou nenhum caso de Covid-19 até o momento. Doações Por conta da pandemia, as doações que são muito necessárias para o funcionamento das entidades, caíram muito. Neste momento, as entidades precisam dos seguintes itens para continuar o atendimento: ABAVIN (17) 98154.9118 - necessita de leite, bolacha, frutas, arroz e feijão. Vila dos Pobres (17) 3322.3601 - precisa de maisena, creme de leite, açúcar, café, alho e desinfetantes.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

    Gostou da leitura? Então compartilhe

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com