Campanha de Prevenção e Combate aos Incêndios reúne parceiros em Barretos e região

Lançamento foi realizado em evento on-line e trará a previsão das áreas suscetíveis aos incêndios em todo o Estado de São Paulo


A 7ª edição da Campanha de Conscientização, Prevenção e Combate aos Incêndios ganha novos parceiros, entre eles a Tereos, líder na produção de etanol e açúcar, e chega mais longe, levando educação, informação e prestação de serviço.

O lançamento aconteceu na última segunda-feira (7), em evento on-line, com a participação dos parceiros da campanha que, neste ano, além do setor privado, tem a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Pelo segundo ano, a Somar Meteorologia foi contratada para a confecção diária do “Indicativo de Incêndios”. O indicativo correlaciona as condições observacionais e de previsão de chuva em curto e médio prazo, umidade relativa, balanço hídrico e outras variáveis meteorológicas, apontando, com mais precisão, as áreas e regiões com maior potencial de risco de ocorrência e propagação de fogo.

Os mapas serão disponibilizados, diariamente, durante cinco meses, no hotsite da campanha: www.incendiosprevina.com.br, e de forma proativa, nas mídias sociais da ABAG/RP e dos parceiros para alcançar o público em geral.

Além disso, serão usados pelas equipes agrícolas e de prevenção aos incêndios dos participantes e, por meio da Secretaria da Agricultura, chegará aos produtores de todo o Estado, que serão alcançados via equipes de extensão rural.

Os mapas estarão à disposição de toda a imprensa que queira utilizar as informações. A ferramenta para a prevenção dos incêndios, mais uma vez, fará parte da previsão do tempo dos telejornais da EPTV, afiliada da Rede Globo, nas praças de Ribeirão Preto, São Carlos (Central) e Campinas, chegando a 157 cidades.

Segundo Luciene Viegas, diretora-executiva de jornalismo da EPTV, a parceria iniciada em 2020 foi de muitos resultados, pois a possibilidade de antecipar o que pode acontecer para os telespectadores/internautas fez com que os riscos diminuíssem e, por isso, foi renovada em 2021.

Comunicação e Educação

Mônika Bergamaschi, presidente do Conselho da ABAG/RP, e em nome de todos os parceiros, lembra que a campanha é realizada durante o período mais seco do ano, quando historicamente a ocorrência de focos de incêndio é maior, sendo este o momento ideal para disseminar as informações.

“Conscientizar e engajar toda a sociedade urbana e rural é o nosso grande objetivo. Este ano temos a satisfação de ter ao nosso lado, além dos nossos parceiros do setor privado, a Secretaria Estadual da Agricultura. Com todos engajados na prevenção aos incêndios, minimizaremos os prejuízos ambientais, sociais e econômicos”, disse.

Crime

A campanha deve trabalhar fortemente contra os incêndios criminosos que, em 2020, foram causas de grandes e pequenos focos de fogo ocorridos em todo o Estado de São Paulo, tanto na zona rural, quanto na zona urbana.

Para o setor canavieiro, que predomina na região de Ribeirão Preto, o fogo representou prejuízos materiais e ambientais. Prejuízos com a perda de áreas naturais, que haviam sido reflorestadas; a queima de cana antes da hora da colheita, o que diminuiu a qualidade da matéria-prima, e o fogo em áreas já colhidas, que inviabilizou a rebrota. Em muitas áreas foi preciso fazer um novo investimento em plantio.

Expectativas

O ano de 2020 foi o segundo com mais focos de incêndios no Estado de São Paulo, foram 6.123, contra 7.292 de 2010, atingindo 111.295 hectares.

As previsões não são boas para 2021 e especialistas apontam que o fenômeno La Niña deve enfraquecer e se neutralizar durante o outono (abril-junho), o que significa que todo o período do inverno no Centro-Sul do Brasil será mais seco do que o normal, e que as chuvas da primavera podem começar mais tarde neste ano.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black