Controle de Vetores pede que moradores facilitem acesso de agentes nas residências


A prefeitura de Barretos, por meio Controle de Vetores, faz um pedido aos moradores: permitir que os agentes de endemias possam entrar nas residências para realização dos trabalhos de combate e controle do Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela; e do mosquito Lutzomyia longipalpis que transmite a leishamniose visceral.

A equipe do Controle de Vetores têm encontrado dificuldades no acesso a algumas casas por resistência dos próprios moradores. A secretaria municipal de Saúde alerta que continuam sendo registrados casos de dengue e chikungunya, por exemplo, que poderiam ser evitados com o controle feito por esses servidores.

De acordo com a coordenadora do Controle de Vetores, Cristiane Parreira Lima, “os agentes de Controle de Vetores estão identificados com duas cores de uniforme: azul e cáqui. Todos usam crachá com nome, foto, função, com número do RG e o brasão da prefeitura. São pessoas idôneas e preparadas para entrar nas residências e fazer a vistoria nos quintais, e estão sempre identificados”.

Cristiane Lima comenta que ultimamente têm acontecido casos de desacato aos agentes de endemias da cidade por moradores que resistem em liberar a entrada dos profissionais para a inspeção. Ela ressalta que, especialmente nesse período de pandemia, os agentes estão tomando todas as medidas de prevenção para evitar a contaminação do vírus, portanto “os moradores podem ficar tranquilos. Seguimos com todos os protocolos de higiene contra o coronavírus, como o uso de máscara e álcool em gel”.

A coordenadora orienta ainda que, em caso de dúvida, os moradores entrem em contato com o Controle de Vetores pelo telefone 3325-7088.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black