Governo amplia horário de funcionamento das atividades econômicas das 21 para 23 horas

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (7) a ampliação da capacidade de público presencial e horário de funcionamento de comércios e serviços não essenciais a partir da próxima sexta-feira (9).

Com isso, os estabelecimentos poderão funcionar até às 23 horas, com limite de 60% de ocupação, até o dia 31 de julho.

As normas que entram em vigor nesta sexta (9) valem para estabelecimentos comerciais em geral, incluindo shoppings centers e galerias, onde o acesso de clientes pode ser feito até as 22 horas, com encerramento das atividades às 23 horas.

O mesmo expediente deve ser seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus. Todos devem obedecer aos protocolos setoriais de segurança sanitária previstos no Plano SP.

Permanecem liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social.

Toque de recolher

O toque de recolher continua com horário entre 23 horas e 5 horas a partir de sexta (9). A recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e o escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores dos setores de comércio, serviços e indústrias estão mantidos.

BARRETOS

Até o fechamento desta edição, a prefeitura de Barretos não havia se manifestado, por meio de um novo decreto, sobre as novas determinações do governo do Estado.

Com compromissos na capital paulista, a prefeita Paula Lemos, assim que chegou a Barretos, se dirigiu para reunião agendada com a promotoria pública e, somente após a reunião é que determinaria novas diretrizes sobre o decreto de flexibilização estadual.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black