Governo Paula Lemos tem menor índice de casos de dengue dos últimos três anos


Na última segunda-feira (29), a secretária municipal de Governo e Gestão Estratégica, Graça Lemos, junto da coordenadora do Controle de Vetores, Cristiane Parreira Lima, recebeu a imprensa barretense para apresentar estudos realizados sobre redução do número de casos positivos de dengue no município.

Entre janeiro e março deste ano foram registrados em Barretos apenas 12 casos confirmados de dengue. O município nos últimos anos passou por momentos complicados no combate ao Aedes aegypti, principalmente nos anos de 2013 e 2019, onde o número de contaminados por dengue foi superior a duas mil pessoas, também no mesmo período (janeiro a março).

Em três meses de trabalho no combate ao Aedes aegypti, a equipe do Controle de Vetores visitou 40.348 imóveis, sendo constatados 3802 focos. Nestes foram comprovados 1820 imóveis com larvas do mosquito. Já o trabalho de nebulização totalizou 1838 residências, 231 imóveis especiais, 152 pontos estratégicos, atendeu 54 bairros da zona urbana e mais 2 comunidades da zona rural com a ação de bloqueio com o carro fumacê.

Para evitar que uma nova epidemia de dengue aconteça em Barretos, a prefeitura, por meio da secretaria municipal de Saúde e o Controle de Vetores, tem intensificado todas as ações de combate a mosquito Aedes aegypti, que também transmite outras doenças, como a zika, chikungunya e febre amarela.

Desde janeiro, período em que ocorreu chuvas mais intensas, o trabalho de prevenção é mantido com as visitas domiciliares, imóveis especiais, ponto estratégicos, bloqueios químicos (nebulização costais), carro de nebulização (o “fumacê”) e orientações sobre cuidados, doenças e sintomas.

De acordo com a secretária Graça Lemos, desde o início da gestão Paula Lemos, o compromisso com a saúde da população foi sempre uma prioridade e para isso houve investimento.

Além de melhorias na estrutura de trabalho, houve a compra de venenos, botinas, uniformes dos agentes de nebulização, manutenção veicular, realizada a troca de pneus de cinco veículos, antes sucateados, manutenção de 2 veículos e mais 3 em andamento, compra de peças para bombas de nebulização, diesel para os trabalhos do fumacê, máscaras e demais EPIS.

De acordo com a coordenadora Cristiane Lima, o trabalho do Controle de Vetores é constante. “Mesmo neste período de pandemia do Covid19, seguimos com o trabalho das visitas domiciliares e nos pontos estratégicos como forma preventiva, e o uso de bombas costais e de carro fumacê, de acordo com os casos positivos passados pela Vigilância Epidemiológica”, apontou.

“Vale ressaltar que todos os agentes de endemias trabalham devidamente paramentados com EPIs máscara e álcool 70% e realizam as abordagens dentro dos protocolos”, informou a coordenadora do Controle de Vetores.

Graça Lemos agradeceu o empenho de todos os profissionais que, mesmo durante a pandemia do covid19, seguem focados no combate ao Aedes e reforçou o pedido para que cada morador auxilie na manutenção dos trabalhos.

“É necessário que a população continue apoiando e colaborando com as ações da Secretaria da Saúde e Controle de Vetores, Cada família fazendo a sua parte, diariamente limpando e cuidando do seu quintal. É um momento de cuidado e também de gratidão”, salientou.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black

    Gostou da leitura? Então compartilhe

© 2023 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com