OAB Barretos homenageia mulheres negras no próximo dia 25


Doze mulheres negras que são destaques na comunidade serão homenageadas pela 7ª Subseção da OAB, Barretos, no dia 25 de julho, o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, em evento no North Shopping Barretos.

A coordenadora da Comissão de Combate à Discriminação Racial, Iracimara Bordin, destacou a importância da continuidade das homenagens.

“Temos apoio e parceria do North Shopping, de conselhos municipais (COMIR e COMPPIR) e existe todo um histórico a partir da iniciativa da advogada Luciana Pena”, disse.

Segundo ela, o objetivo é dar o reconhecimento às mulheres negras que fazem diferença na sociedade, mas que muitas vezes são “invisíveis”.

Neste ano, a escolha ouviu a comunidade através de indicações nas redes sociais. “Abrimos para que apontassem os nomes e as mais votadas por segmento serão as 12 homenageadas”, afirmou Bordin.

HOMENAGEADAS

Neste ano serão homenageadas: Alessandra Ferreira da Silva (Comércio); Anajara Barbosa de Jesus (Afrompreendedora); Carla Cristina dos Santos (Religião de Matriz Africana); Claudia Gonçalves Pena (PCD); Francielle Cristina Fidelis da Silva (Universitária do Direito); Jéssica Maria dos Santos (Educação); Karol Priscila Bueno Salvador Gimenes (Esporte); Maria Tereza de Moraes Silva (Líder Comunitária); Normany Roberto (Mulher Trans); Stefani da Silva Costa (Arte e Cultura); Suelen Cristina Bispo dos Santos (Saúde) e Zulmira Bonfim (Indicada do North Shopping).

A homenagem, que deixou de acontecer nos últimos anos, vinha sendo realizada desde 2016 graças a uma iniciativa de sua idealizadora, a advogada Luciana Pena Peghim, que já foi presidente da OAB Barretos e coordenadora da Comissão de Combate à Discriminação Racial.

A Comissão de Combate à Discriminação Racial é formada pelos advogados Cesar Henrique da Silva Domingos e Iracimara Bordin e, além da coordenação de eventos, como este que homenageia as mulheres, ela está aberta a receber denúncias e realizar a orientação às vítimas de discriminação e racismo, sobre os trâmites legais.

“Atendemos alguns casos, mas estamos na luta constante porque infelizmente muitas situações de racismo as vítimas acabam desistindo de denunciar”, lembrou Iracimara Bordin.

A comissão tem visitado escolas e empresas para orientação e os integrantes podem ser acionados diretamente na Casa da Advocacia e Cidadania.

Edição da Semana
Edição da Semana
chamada_pdf.jpg
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black