top of page

“Obra na Avenida 35 é a primeira etapa de um projeto de longo prazo”, afirma engenheiro responsável


A prefeita Paula Lemos e o engenheiro civil, Pedro Donizeti Zacarin, responsável pelo Projeto de Reestruturação do Sistema de Drenagem Urbana da Estância Turística de Barretos, inspecionaram na última segunda-feira, 29 de agosto, as obras de combate às enchentes em execução na cidade.

A complexidade da obra da Avenida 35 foi detalhada por Zacarin, que é especialista em galerias pluviais. O engenheiro explicou que o município se desenvolveu sobre o leito do córrego sem a devida infraestrutura e que a obra de macro e micro drenagem na região da Avenida 35 é um ponto crítico, sendo esta a primeira etapa de um projeto muito maior.

“É importante que a população entenda que não é possível resolver a situação do dia para a noite. Nós estamos interferindo na parte mais crítica. É um projeto a longo prazo que dependerá das futuras administrações para ser concluído. No momento, essa é a região beneficiada”, afirmou.

A chefe do executivo destacou a importância da continuidade do projeto. “Nós fizemos questão que o professor Zacarin, que é o responsável pelo projeto, viesse dar essa explicação para a população. Como ele mesmo falou, esta é uma primeira etapa. Estamos pensando na nossa cidade de forma planejada e queremos colocar isso no Plano Diretor, para que os próximos prefeitos deem continuidade. Nós precisamos ter essa visão”, frisou Paula Lemos.

Reestruturação

Ainda de acordo com o engenheiro, este é um problema que a cidade e a população atual herdaram e que custa muito dinheiro, por isso a recomendação de que seja feito ao longo do tempo. “A prefeita de Barretos enfrentou o problema. Ela iniciou o que ninguém teve coragem de enfrentar e vamos ver se os futuros levam isso em frente como ela”, disse.

“Nós precisamos conhecer os problemas da nossa cidade, enfrentá-los e ter a colaboração de toda a população, que vai conhecer e cobrar o poder público, para que dê continuidade aos projetos e melhore a situação das enchentes em Barretos”, concluiu Paula Lemos.

Recomendação

O engenheiro também recomendou a construção de lagoas de detenção de águas pluviais para os novos empreendimentos imobiliários da cidade. “Existe um sistema de drenagem com uma determinada capacidade de vazão. À medida que a cidade recebe mais intervenções urbanísticas, vai ocorrendo a impermeabilização do solo e consequentemente o aumento da vazão. Com isso, o sistema passa a não dar conta, problemas começam a surgir e atingir a população”, afirmou.

Ponte do Barretos II

Zacarin também vistoriou as obras da ponte sobre o Córrego Barro Preto, entre os bairros Barretos II e Christiano Carvalho, que já teve concretado o dissipador de energia hidráulica e começa a receber as aduelas pré-moldadas de concreto armado de 3,50m por 3,50m. A ponte tem previsão de conclusão para o dia 27 de setembro.

Comments


Edição da Semana
Edição da Semana
chamada_pdf.jpg
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
bottom of page