top of page

Rebaixamento do lençol freático melhoram o andamento das obras na rua 20


A prefeitura da Estância Turística de Barretos, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, informou que foram retomadas as obras de drenagem e prevenção contra enchentes na rua 20, entre as avenidas 35 e 37. O serviço estava prejudicado devido às constantes chuvas que caíram na cidade entre o final de 2022 e o início deste ano.

De acordo com o secretário de Obras, Raul Paganelli, a continuidade do trabalho foi possível após a melhora nas condições climáticas na cidade e o rebaixamento do lençol freático.

“O lençol freático subiu muito e nós precisamos instalar este equipamento, popularmente chamado de ponteira, para fazer o rebaixamento. Temos cerca de 18 ponteiras de cada lado, que são bombeadas 24 horas por dia, para que a água seja removida e os funcionários possam trabalhar com mais segurança e produtividade”, destacou. “As condições do tempo também melhoraram e, apesar de chover quase todos os dias, a chuva não tem atrapalhado o andamento das obras”, completou o secretário.

O trecho em questão faz parte do pacote de obras antienchentes iniciado no ano passado em razão das fortes chuvas que causaram destruição e prejuízos em diversos pontos da cidade.

“Este é um grande desafio da gestão da prefeita Paula Lemos, que assumiu o compromisso de iniciar um macro projeto de prevenção contra enchentes na nossa cidade. São obras que estão sendo bem feitas e com responsabilidade”, lembrou o secretário. O Projeto de Reestruturação do Sistema de Drenagem Urbana é do engenheiro civil Pedro Donizeti Zacarin.

Aumento do ritmo

Paganelli salientou que a instalação do sistema de rebaixamento do lençol freático aumentou a produtividade no canteiro de obras. “Começamos a trabalhar em um ritmo bom e estamos conseguindo assentar diariamente de três a quatro aduelas, número que pretendemos aumentar com o passar dos dias. Vamos tentar concluir essa obra o mais rápido possível”, disse. O local está recebendo aduelas de 3,80 x 2,20 metros de diâmetro.

Obra complexa

Para o secretário, “esta é uma das maiores obras de macrodrenagem da cidade de Barretos” e para isso é preciso paciência, pois a obra deve ser executada no tempo dela, sem prejudicar os moradores e as residências.

Ele conta que o serviço, iniciado na avenida 35 e que já se encontra na rua 20, deve seguir até a avenida 37 e finalizar na avenida 39, esquina com a rua 22. “Não dá para falar em prazo, é uma parte complexa, dependemos muito das condições do tempo, mas a nossa previsão é terminar essa obra ainda no primeiro semestre de 2023”, concluiu.

Liberação de tráfego

Paganelli também informou que na próxima semana o tráfego pela avenida 35 deve ser normalizado. “Até semana que vem nós pretendemos liberar a avenida 35. Precisamos de pelo menos dois dias sem chuva para finalizar a parte de pavimentação asfáltica”, anunciou.

Fiscalização

Para o acompanhamento dos serviços, o secretário destacou a necessidade da contratação de uma empresa especializada na fiscalização de projetos com este grau de complexidade. “O acompanhamento técnico dessa e das outras obras antienchentes está sendo feio pela Baldocchi Engenharia, que acompanha diariamente e faz os ensaios de compactação, na pavimentação asfáltica, etc.”, explicou o secretário municipal de Obras de Barretos.

Comentários


Edição da Semana
Edição da Semana
chamada_pdf.jpg
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black
bottom of page