Estado de São Paulo só terá serviços essenciais no Natal e Ano Novo

Regras são as mesmas da fase vermelha do Plano São Paulo para conter avanço do coronavírus e atinge Barretos

O governo de São Paulo confirmou que todo o estado terá “medidas restritivas específicas” contra o coronavírus entre os dias 25 a 27 de dezembro (sexta a domingo) e 1° a 3 de janeiro (sexta a domingo).

Na prática, as medidas serão da “fase vermelha” do Plano São Paulo para conter o avanço do coronavírus, com o funcionamento apenas de comércios essenciais, como farmácias, padarias e mercados, o que restringe o funcionamento de restaurantes e bares.

Foi divulgado, também, que a próxima classificação das fases vai acontecer no dia 7 de janeiro, porém nenhuma região, no entanto, voltará para a cor verde.

BARRETOS

Até o fechamento desta edição, a prefeitura de Barretos não havia publicado nenhum decreto referente à decisão tomada pelo governo do Estado. A ACIB (Associação Comercial e Industrial de Barretos) aguardava uma manifestação oficial da prefeitura. Por iniciativa própria, o North Shopping se manifestou afirmando que seguiria a determinação decretada pelo governo do Estado.

O secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou que nas últimas quatro semanas epidemiológicas, São Paulo teve um aumento de 54% nos casos confirmados. O número de mortes, por outro lado, saltou 34% no período.

Até agora, o Estado de São Paulo registrou mais de 45 mil mortes e 1,3 milhão de casos. Segundo o governo 66,9% dos leitos de UTI estão ocupados no estado.

Em todo o Brasil já são mais de 187 mil óbitos na pandemia, com média móvel de mortes de 769, o mesmo patamar de 18 de setembro.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black