Prefeita Paula Lemos traz o projeto Casa da Juventude para Barretos


Após esforço da prefeita Paula Lemos, Barretos será uma das cidades paulistas a receber o programa Casa da Juventude. O espaço vai oferecer incentivo à qualificação, empreendedorismo, busca de oportunidades de emprego e renda e trabalho colaborativo. A ideia é fomentar novos projetos e negócios para o público jovem.

O programa do governo estadual foi lançado na terça-feira, dia 4, no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. No evento, a prefeita recebeu o certificado do projeto. Também esteve presente o vereador Gabriel Uchida (DEM), que defendeu e trabalhou na articulação do projeto de lei aprovado pela Câmara que criou e organizou, na Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, a Coordenadoria de Juventude e, que recriou o Conselho Municipal da Juventude.

“Quero agradecer a cada um dos vereadores que aprovaram esse projeto tão importante para a nossa cidade. A nossa juventude vai ser muito beneficiada com esse programa que conseguimos trazer para a cidade de Barretos”, comentou a prefeita.

A prefeitura terá como parceira e também gestora do programa a Secretaria de Desenvolvimento Regional, além de outras áreas do governo estadual. O Estado vai financiar os prédios em estrutura metálica e alvenaria.

O programa

Segundo o governo estadual, o projeto vai ajudar jovens na busca por oportunidades de emprego e renda com ações voltadas para a qualificação profissional, economia criativa, empreendedorismo e convivência.

Além de cursos, a Casa da Juventude incentivará o coworking com área projetada especificamente para o trabalho colaborativo, garantindo que os jovens possam desenvolver projetos empresariais em diversos setores.

O projeto atende a item do Plano de Governo da prefeita Paula Lemos, apresentado na campanha vencedora das eleições municipais. “É gratificante notar que já no primeiro ano do nosso governo temos alcançado vários compromissos de campanha e cumprido itens do nosso plano de governo”, afirmou a prefeita.

“O coworking é uma iniciativa nova e um espaço com a estrutura necessária para que empresas e profissionais independentes e, principalmente, jovens em início de carreira possam trabalhar a inovação, a criatividade, a troca de experiências e fortalecer contatos. Os jovens são empreendedores por natureza. A Casa da Juventude será o escritório do jovem no estado de São Paulo”, afirmou o Secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi.

Para a qualificação profissional, o Estado vai oferecer as modalidades Expresso e Estágio do Novotec, com cursos técnicos e profissionalizantes gratuitos, além de um ambiente para desenvolvimento de modelos de negócios sustentáveis e startups.

As Casas da Juventude também serão unidades acadêmicas e operacionais para atividades presenciais de cursos oferecidos pela Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo).

A Casa da Juventude também vai apresentar aos participantes um conjunto de negócios baseados em capital cultural e criatividade empreendedora. O objetivo é oferecer formação em economia criativa e práticas de transformação digital, além de oferecer cursos com metodologia apropriada para o ensino de robótica, tecnologias da informação e tecnologias aplicadas a design, animação e games, entre outros.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black