Prefeitura de Barretos entregou CCI “Luiza Monteiro de Barros”


Barretos tem um novo CCI (Centro de Convivência do Idoso), que foi entregue pela prefeitura de Barretos na última quarta-feira, 4 de outubro.

Tendo como patrona “Luiza Monteiro de Barros”, a unidade, localizada no bairro Marília, é dotada de um salão multiuso, sanitários masculino e feminino e adaptados, cozinha, sala de equipe técnica e uma área externa gramada para atividades.

No local serão desenvolvidas atividades de oficinas de artesanato, atividades esportivas, ginástica, dança e reuniões sócio educativas.

O ato de entrega reuniu autoridades e familiares da homenageada com o nome da unidade, a terceira implantada pela atual gestão, que ainda vai ainda entregar a unidade do bairro Fortaleza, o CCI “Idalina Aparecida Anastácio”, que está localizado na área da antiga gare da Fepasa, num prédio que foi totalmente reformado, reestruturado e modernizado.

O CCI Luiza Monteiro de Barros foi construído com verba do Fundo Municipal do Idoso, fonte captadora de recursos, que é gerido pelo Conselho Municipal do Idoso, que viu a necessidade de edificar esta unidade, deliberou e autorizou a prefeitura a construí-lo.

O empresário Marcelo Monteiro de Barros, presente no ato da entrega com a família de Luiza Monteiro de Barros, sua avó, agradeceu a homenagem e ressaltou ser um motivo de muita gratidão e reconhecimento.

“Quem conheceu Luiza Monteiro sabe que se trata de uma pessoa que teve um coração acolhedor e homenageá-la com um equipamento para atendimento de idosos representa muito como foi sua forma de vida, de atender o próximo e é muito significativa, não só para a família, mas para toda comunidade barretense”, observou.

O prefeito Guilherme Ávila destacou que a população tem a expectativa de vida aumentada e, no início de 2013, Barretos que era dotada de apenas um deste tipo de equipamento chega agora neste final de 2020 com cinco unidades, com a entrega do CCI Luiza Monteiro de Barros e o CCI Idalina Anastácio, que será entregue nos próximos dias, no bairro Fortaleza, para cuidar bem do idoso, oferecendo-lhe acolhimento, integração e, qualidade de vida.


LUIZA MONTEIRO - Filha de Miguel Cardilo e Aparecida da Conceição, Luiza Monteiro de Barros nasceu no dia 8 de fevereiro de 1938, na cidade de Botelhos, região de Poços de Caldas, Minas Gerais. É autora do livro “Cozinhando com Amor”. Faz parte dos fundadores da Televisão Independente de São José do Rio Preto, a Rede Vida de Televisão, junto ao seu esposo, o jornalista João Monteiro de Barros Filho. É mãe de Luiz Antônio Monteiro de Barros, casado com Márcia Sandoval Monteiro de Barros; e João Monteiro de Barros Neto, casado com Eloisa Monteiro de Barros. São seus netos, Mariana, Lucas, Marcelo, Lara, João e Helena. A história da vida de Luiza é de uma pessoa simples, corajosa, lutadora e temente a Deus. De infância humilde na zona rural de Botelhos, teve sua formação no Lar da família Cardilo, em Poços de Caldas, pois ainda criança perdeu seus pais. Na juventude trabalhou em consultórios médicos e ajudou na casa de seus tios Remo e Iolanda. Estava em São Paulo, num encontro da família Cardilo, em 29 de março de 1957, quando sua prima, Maria Helena, a convidou para passar dias em Barretos. Em 2 de setembro de 1959, casou-se com o jornalista João Monteiro de Barros Filho, que trabalhava na PRJ-8, a Rádio Barretos, e foi morar com a sogra, senhora Inês Monteiro de Barros. Casada com o jornalista João Monteiro de Barros Filho, após o nascimento dos filhos Luiz Antônio e Monteiro Neto, o médico barretense doutor Luiz Spina, orientou que procurasse o doutor Emil Sabaga, em São Paulo, pois tinha um problema renal gravíssimo. Em 29 de junho de 1989, foi feito o transplante renal, cuja doação foi feita pelo radialista Wollinsk Maruco, que cedeu um dos seus. No dia 11 de junho de 2017, Luiza Monteiro de Barretos faleceu em Barretos, causando grande consternação nos meios sociais da cidade e grande tristeza em sua família. Sua história de vida, porém, os fortalece, pois foi uma mulher guerreira e amável, zelosa, educada, humilde e sempre prestativa para com as pessoas e seu nome hoje é perpetuado neste Centro de Convivência do Idoso, por iniciativa da Câmara Municipal de Barretos.

Edição da Semana
Edição da Semana
Procurar por Tags
Nenhum tag.
Siga o Jornal A Cidade
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Google+ Basic Black